fbpx

Por que mudar a ração dos cães e gatos para alimentação natural?

É tendência a alimentação de cães e gatos serem naturais, não por menos, a alimentação e livre de conservantes engloba diversos nutrientes nem sempre encontradas em rações. Vamos juntos entender porque a alteração é importante.

Um dog e um caçador

Nos primórdios da interação homem e animal havia uma troca, os homens ofertavam o alimento e os animais proteção contra predadores além da companhia, criando um vínculo de cooperação entre eles. 

Com o desenvolvimento desse vínculo, os cães e gatos ficaram cada vez mais próximos e essa relação foi evoluindo. No começo, os animais ficavam com algumas partes da caça do dia, como a carcaça ou ossos e até mesmo os restos das refeições. E este costume permaneceu por um longo período, no entanto, devido a falta de nutrientes, muitos desses animais não tinham uma vida longeva.

Então, veio a ração para cães e gatos

Somente em meados de 1970, foi iniciada a produção de alimentos completos aqui no Brasil, as rações, o que tornou a vida desses animais mais longa, pelo fato de evitar as doenças relacionadas com a desnutrição. 

Além disso, facilitou para os responsáveis desses animais a administração desse alimento, tornando-o mais prático e eficiente.

Nas últimas décadas, os cães e gatos estão cada vez melhor assistidos por seus responsáveis e veterinários, principalmente pela utilização da medicina preventiva, que está se tornando parte da rotina da medicina veterinária. 

Portanto, utilização de alimentação balanceada, aplicação de vacinas, realização de exames de check up, todos com o intuito de prevenção de doenças. E assim como a ração veio com o intuito de equilibrar a falta de nutrientes que havia no passado, infelizmente, o resultado foi gerar outras patologias. 

Para alguns pacientes o excesso de carboidrato desses alimentos balanceados e a presença de conservantes, foi um fatores para gerar novas doenças nos cães e gatos, como:

  • Intolerâncias alimentares
  • Inflamações intestinais
  • Dermatopatias
  • Neoplasias e endocrinopatias.

Ademais, outro fator para o desenvolvimentos das doenças, seria a genética do animal e o ambiente em que o paciente habita, por isso não passear com o cachorro ou não brincar com o gatinho colaboram para o sedentarismo e isso contribui para o principal vilão, a obesidade. Vejamos também que os agrados através de petiscos e alimentos humanos não próprios para animais, como o famoso “mas foi só um pedacinho de pão”, também são contribuintes. 

E como faremos agora?
Vamos mudar a alimentação para pets?

Simples, voltamos aos primórdios!! Isso mesmo! 

Vamos voltar com a alimentação natural, porém, agora com formulações de dieta em níveis ideais dos nutrientes essenciais tanto para cães quanto para gatos. 

A motivação para a mudança da ração para a alimentação natural tem apenas um objetivo, fornecer uma alimentação saudável e de qualidade para os nossos pets. Além disso, o prazer de vê-los comer com satisfação não tem preço. 

Muitos pacientes não aceitam por muito tempo a mesma ração e constantemente a troca por marca ou sabor é frequente. 

Outro fator que é super importante para cães e gatos, é o odor, por isso o alimento cozido e as ervas aromáticas geralmente exalam um odor agradável ao olfato, em comparação com a ração que utiliza aromatizantes sintéticos. 

O mesmo vale para os petiscos, utilizar petiscos naturais para a dieta dos cães e gatos é importantíssimo para garantir uma qualidade de vida melhor

Como começar a alimentação natural para pets

            Para iniciar a dieta natural para o seu animal, é possível consultar um nutrólogo veterinário e após a avaliação é montado um cardápio individualizado e você mesmo pode fazer a dieta, lembrando que mesmo com os ingredientes corretos, ainda será necessário uma suplementação para misturar à alimentação preparada. 

No caso da impossibilidade de cozinhar, é  possível encontrar empresas que façam a dieta prescrita ou até mesmo já tenham cardápios prontos e você escolhe o sabor que gostaria de ofertar. 

           As refeições geralmente são congeladas, quando for oferecer para o animalzinho, aconselhamos manter em geladeira um dia antes e servir em temperatura ambiente a quantidade indicada pelo nutrólogo ou pelo fabricante, se caso optar por já comprar pronto.  

Aproveite a alimentação natural

A alimentação natural veio para ficar, principalmente por prevenir diversas patologias, além de oferecer um agrado incrível na hora da alimentação do seu pet, trazendo até aumento dos níveis de serotonina, que é o hormônio que contribui para a sensação de bem-estar.

Veterinário em domicílio para a alimentação natural

Você pode agendar um veterinário em casa para avaliação dos pets e ele fazer um check-up coletando exames veterinários. Agende sua consulta

Rolar para cima