Usando a medicina veterinária preventiva para prolongar a vida dos pets

Usando a medicina veterinaria preventiva para prolongar a vida dos pets

A medicina veterinária tem avançado significativamente nas últimas décadas, especialmente em relação a exames e tratamentos, proporcionando diagnósticos mais rápidos e eficientes e, consequentemente, tratamentos mais assertivos. No entanto, um avanço crucial é a ênfase crescente na medicina preventiva.

Antecipar os cuidados pode ajudar a evitar diversas doenças ou diagnosticá-las em estágios iniciais, antes que se tornem problemas graves.

Vacinação de cães e gatos

A vacinação de cães e gatos é uma das principais ferramentas da medicina preventiva. Vacinas ajudam a prevenir o aumento de casos de doenças fatais como cinomose, parvovirose, leptospirose e raiva.

No entanto, a vacinação, por si só, não garante proteção completa. É importante adotar outros cuidados, como evitar que os animais comam alimentos encontrados na rua ou bebam água de fontes desconhecidas. Levar o próprio bebedouro durante os passeios é uma prática recomendada.

continua depois do anúncio

Muitos vírus são transmitidos por ingestão ou inalação, e o contato com outros animais também pode ser uma fonte de infecção. Por isso, é prudente ser cauteloso durante a socialização, especialmente com animais cujo histórico médico é desconhecido.

Consultas de rotinas

Consultas veterinária de rotina e exames periódicos são pilares fundamentais na prevenção de doenças. Não espere que seu pet apresente sinais de desconforto para procurar um veterinário. Realizar consultas periódicas e comunicar ao veterinário que a intenção é preventiva pode fazer toda a diferença.

Para animais até cinco anos de idade, recomenda-se exames anuais de sangue, urina, fezes e ultrassonografia. Para aqueles acima de cinco anos, exames a cada seis ou doze meses são indicados, incluindo sangue, urina, fezes, ultrassonografias, exames cardiológicos e radiografias.

Exames periódicos

Esses exames periódicos podem identificar precocemente problemas como anemias, infecções, inflamações, desidratação, doenças periodontais, neoplásicas, endócrinas, hepáticas, renais, intestinais, cardiológicas, ortopédicas e neurológicas.

A detecção precoce dessas condições permite um tratamento mais eficaz e melhora a qualidade de vida dos animais. Além disso, a prevenção contra parasitas, como pulgas, carrapatos e vermes do coração, é vital. Produtos antiparasitários devem ser utilizados regularmente, conforme orientação veterinária, para proteger seu animal de doenças como a Erlichiose, Dirofilariose e Verminoses.

continua depois do anúncio

Prevenção é o melhor tratamento

Atualmente, a medicina preventiva, é uma maneira eficaz de garantir que nossos animais de estimação tenham vidas longas e saudáveis. Com vacinação adequada, consultas regulares, exames periódicos e medidas adicionais de proteção, podemos proporcionar aos nossos pets um tratamento mais rápido e uma vida longa e saudável.

A consulta veterinária em domicílio pode te ajudar na prevenção, consulte nossos serviços.

Rolar para cima