Quando o assunto é sobre permitir ou não o pet de dormir na cama, torna-se uma polêmica. O ideal é que o pet tenha um local pré-determinado em sua casa para dormir, mas na maioria dos casos, principalmente filhotes que choram bastante quando estão sozinhos, acabam dormindo na cama junto com os donos com intuito de não acordar a casa toda ou mesmo os vizinhos.

Como alguns casos não é possível mudar os hábitos de dormir com o pet, vamos dar alguns conselhos para tornar o mais saudável possível o espaço que seus peludos e fofinhos possam dividir com você

1. Roupa de Cama

Troque uma ou duas vezes por semana as roupas de cama para manter a higiene do local.

2. Pelos

Escove com frequência os pelos do seu animalzinho. Removendo os pelos mortos irá diminuir a quantidade na queda de pelos.

3. Acesso a cama

Coloque uma escada ou rampa para que ele suba e desça de sua cama, dessa maneira, evitará possíveis lesões, como fraturas ou desgaste das articulações por conta de impactos, ocasionados principalmente quando desce da cama.

4. Necessidades

Permita que ele tenha acesso fácil ao local onde realiza suas necessidades antes de dormir, seja na rua ou, no caso dos gatos, a caixa de areia, para evitar qualquer acidente indesejável.

5. Unhas

Corte a unha dos cães e dos gatos, primeiramente, eles podem enroscar no cobertor e machucar a unha. Segundo, eles podem se assustar durante a noite e te arranhar, principalmente os gatos, que possuem unhas mais afiadas.

6. Alergias 

Se você é alérgico, tente evitar de dormir com os animais, pois eles podem ser a causa de um processo alérgico exacerbado.

7. Vermífugo

Realizar vermífugo a cada 4 ou 6 meses dependendo da rotina do seu pet, por exemplo se ele passeia na rua todos os dias ou frequenta parques e creches, o ideal é fazer com mais frequências ao ano. Alguns exemplos de vermífugos: Drontal, Vermivet, Endogard (cuidado não pode ser usado em cães da raça collie, nem gatos), Vetmax e Helfine. Além dos pets, as pessoas que convivem com eles, também devem utilizar vermífugo, de acordo com a prescrição do médico, converse com seu médico para orientá-lo com relação ao melhor vermífugo e frequência

8. Pulgas e Carrapatos

Mantenha sempre em dia a medicação contra pulgas e carrapatos, para que seu pet não leve-os para sua cama. Existem diversas apresentações dessas medicações e tempo de prevenção diferentes, veja:

O que previne somente para pulgas, é o caso da medicação Comfortis, sua apresentação é em comprimido oral e previne durante 30 dias, é indicado para cães e gatos. Outra opção oral com tempo de prevenção de 35 dias, porém além de proteger contra pulgas e carrapatos, são usados para tratamento de sarna, é o caso do Simparic, no entanto, é indicado apenas para cães. Agora para quem têm dificuldade para dar comprimido para seu animalzinho, existem as opções de pipeta, onde todo conteúdo do frasco é colocado em contato com a pele na região de nuca. Há os que previnem por 30 dias, que é o caso do Revolution, e os que previnem por 90 dias, que é o caso do Bravecto, ambos são indicados para cães e gatos, e têm o mesmo papel de prevenção e tratamento do Simparic. Lembrando que essas medicações são de acordo com o peso, sempre pesar antes de medicar seu amiguinho, pois uma dose alta pode intoxicá-los. Se tiver dúvidas, procure um de nossos canais de atendimento para tirar suas dúvidas.

Seja feliz

Visto que muitas pessoas são apegadas aos animais ou não conseguem mudar o hábito e dormir longe do seu filho de quatro patas pode ser frustrante, as 8 dicas para dormir com seu pet são para tornar o ambiente menos propenso à contaminação de doenças entre homens e animais.

preloader